Lost in Paris – movie journal #27

Among so many trash comedies in the world, thank God: writer-directors Dominique Abel and Fiona Gordon offered us their fourth full-length film together. Even though this is the first time watching a movie of them, I can tell they had the ability to take me away to laugh about the most stupid and simple things.

Their humor can be translated in a link between visual aspects like colors and simple funny facts. In Paris pieds nus (Lost in Paris) the couple has managed to direct a comedy with so few conversations without being boring.

This was one of the final screen appearances of  the French pearl Emmanuelle Riva, an icon of movies like Amour by Michael Hanek and Hiroshima Mon Amour by Alain Resnais. She died in January 2017 at the age of 89 – two months before the film was released in France.

Lost in Paris is a story about Fiona (Fiona Gordon), a goofy naïve librarian from Canada, who receives a letter from her Parisian aunt Marthe (Emmanuelle Riva) asking for her help. Not knowing the place, Fiona goes alone to Paris and everything started going wrong from the beginning. The entire movie is a peculiar adventure full of ups and downs along with her new friend Dom (Dominique Abel).

Although this film is very simple it is unpredictable at the same time. Full of vivid colors and sounds this film attracted me by not being a usual humor.

[Paris pieds nus, 2016 // comedy, directed by Dominique Abel & Fiona Gordon]


No meio de tantas más comédias pelo mundo, eis que o casal Dominique Abel e Fiona Gordon nos oferecem a sua quarta longa-metragem juntos. Mesmo sendo a primeira vez que vejo um filme deles, posso dizer que eles têm a capacidade de me fazer rir pelas coisas mais estúpidas e simples.

O seu humor pode ser traduzido como uma conexão entre aspectos visuais como as cores; e acontecimentos engraçados e simples. Em Paris pieds nus (Perdidos em Paris), o casal criou uma bonita comédia onde o diálogo não é essencial.

Esta foi uma das últimas aparições no écrãn actriz francesa Emmanuelle Riva, um ícone de filmes como Amour de Michael Hanek e Hiroshima Mon Amour de Alain Resnais. Faleceu em Janeiro de 2017 aos 89 anos de idade – dois meses antes do filme ter estreado o na França.

Lost in Paris é a história de Fiona (Fiona Gordon), uma bibliotecária ingénua e pateta do Canadá, que recebe uma carta da sua tia Marthe (Emmanuelle Riva) que vive em Paris, pedindo a sua ajuda. Não conhecendo a cidade, Fiona vai sozinha para Paris onde tudo começa a corer mal desde o início. O filme trata a aventura peculiar de Fiona, cheia de altos e baixos com seu novo amigo Dom (Dominique Abel).

Apesar de este ser um filme muito simples, é imprevisível ao mesmo tempo. Cheio de cores fortes e sons, este filme me atraíu-me por não ter um humor comum – e é assim que aprecio uma comédia.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s