Bergamo, a Northern Italy pearl – travel journal #8

This was my first time in northern Italy. Bergamo is small city located northeast of Milan in the Lombardia region. Bergamo is divided in two parts: Città Bassa, and Città Alta. Città Bassa (downtown or town below) is the modern part of the city, which lays in a plain and where all the new facilities (e.g. train station) are located. Città Alta (town above) is the old town, which is set on the hill just above Città Bassa and is in my opinion is the most beautiful part of Bergamo. This trip took place on a sunny weekend and we got plenty of time to visit all we wanted around Bergamo.

Città Bassa

Even though this is the larger part of the city I think that there is not a lot to see or visit. It is a more like the common Italian city. Of course there are some amazing corners and beautiful old squares but I don’t think it’s worth the visit by itself (meaning you should always see Città Alta). The greatest thing about Città Bassa is actually that the marvellous view that you get from below Città Alta, which lays on top of the hill.

DSC_4106-2.jpgWe stayed in oldest part of Città Bassa, centrally located and close to all the facilities.  The city is flat and it is easy to get everywhere by foot. It is a lively city, with many restaurants and young people around at night, especially during the weekend.

IMG_9650.jpgThe city is well organised in terms of public transportation. We arrived really late at night at Bergamo airport (around 11 p.m.) and this wasn’t an issue there are buses taking you straight to the city center, which run from early morning to late at night.

After a good night rest, our day began waking up with sunshine entering our room, announcing a beautiful sunny day.  Even for winter we got a pleasant temperature given during daytime.

We left our accommodation quite early in the morning to enjoy the whole day. We went on the direction of Città Alta, going calmly, without rush, enjoying the details and exploring everything. Our first stop was for breakfast was in a random coffee shop/bakery. This turned into a unforgettable experience! It was the first time we ate a pistachio brioche – in other words, a croissant filled with pistachio cream. Oh, I can’t hold myself every-time I remember that delicious moment of my life. Deliciously unforgettable.cittabassa3.jpgI love pistachios since I remember eating one but this was something else. Combining croissants and pistachios, it was one of the best things invented in all world. Geez! Normally I don’t eat sweets for breakfast and thank God that’s not something easy to find in Copenhagen or I swear I would become a whale in no time!

The sin of the day was done (I was so naïve believing that would be the only one) and we were ready for our journey to Città Alta.

Città Alta

We first walked slowly through the narrow older streets of Città Bassa to take some pictures and . The intention was then to take the main funicular uphill to Città Alta but we took a detour and ended up adventuring ourselves up hill through narrows paths between old villas, trees and old walls – it end it was worth it.cittaalta12After a while we finally arrived to the roman walls of Città Alta. If the walk was kind of tiring we now could barely keep our breath because of the unbelievable view from up there. It was insanely beautiful and impossible to report or to transmit that entire splendor in a photograph. This is one of those places that you just need to go and see it for yourself to get the full essence of it.cittaalta2As you enter Città Alta, it’s like feast for your eyes. The whole old town is amazing and there’s an incessant will inside us to take photos everywhere in a way of eternalise those moments.

The windows of the small shops and bakeries full of cakes and pizzas and scent of those specialties are just calling for us and there is the desire to try everything. The most typical sweet in Città Alta is a polenta cake (polenta and osei), which I must confess I am not a fan of because it is too sweet for my taste. I got a miniature version and I didn’t finish it but there surely many people that appreciate it as you can find it everywhere. They even sell are huge versions of polenta and osei almost in the size of a birthday cake. I can’t say the same about the pizza rectangles! The so-called pizza al taglio. There are several places to eat these pizza slices but I just can’t forget Il Fornaio in Via Bartolomeo. They have a huge variety of different flavours and pizza toppings going from seafood to beautiful mushrooms and cheese. We had two or three delicious slices for lunch at a really cheap price.DSC_3840.jpgcittaalta9The Piazza Vecchia (old square) is a landmark in the old town of Città Alta.  When there it is like we are being transported to the past for a few moments. Being next to those ancient buildings and the fountain with statues we don’t feel part of our time. We find ourselves imagining how it would to live there in between those walls in the medieval age.

cittaalta10All the old streets are very beautiful and deserved to be discovered slowly. I felt I was in a set of a classic movie. The stoned ancient facades are very well preserved and everything looked clean (which I didn’t feel about some places in Southern Italy).

cittaalta6After our nice lunch and exploration of the old town we headed up to an even higher view point in Bergamo, San Vigilio. This view point stands at 496 m high and offers an overwhelming view of both Città Bassa and Città Alta. It is like you are inside a painting suddenly. To get there we took the funicular of San Vigilio, from which already you have beautiful view while going up. In San Vigilio, there are two fancy restaurants up there and a small castle that you can visit for free.Untitled-1The day was almost ending and after going down again with the funicular we walked around Città Alta and its roman walls while enjoying the sunset in the horizon and the impressive landscape of fields and the miniature buildings of Città Bassa.

Visiting Italy without having an Aperitivo it’s like not having been there at all. So we couldn’t choose a better place to do it to finish our day. Caffe del Funiculare is a old style cafe located in a strategic great place very just next to the main funicular that connects Città Alta and Città Bassa. With a terrace and a view over Città Bassa it was a perfect place to drink a glass of Champagne and then a few Aperol Spritz (no Spritz no Italy). Together with some tapas it was an amazing apperitivo after a long day. If you are going there I suggest you to not skip this.

cittaalta13

To Eat/Drink:

 

– Breakfast at Botega Caffe Cacao (Cocoa), Città Bassa. Omg you really need to try the Pistachio Croissants (Brioches), it’s like I was dreaming. Seriously, this was one of the best things I ever tasted in my life.

– Have an Apperitivo (for each Spritz/cocktail/wine glass, you get some finger food/tapas for free) in Caffe del Funiculare, Città Alta

– Lunch: Impossible not to taste a pizza slice (pizza al taglio) from one of the multiple pizzerias/bakery shops around the city. It is pretty easy to spot them with the mouth-watering slices of different toppings, ingredients and colors showing up on the shop’s windows and calling for you to get in. It is difficult to resist at first sight but my suggestion is Il Fornaio in Via Bartolomeo. It is also surprisingly cheap!

– Dinner: Osteria Risi.Co (The kitchen is open until late, 2 a.m.. It has a young crowd and great atmosphere. They serve magnificent risottos and cocktails), Città Bassa


Esta foi a minha primeira vez no norte da Itália. Bergamo é uma pequena cidade localizada a nordeste de Milão, na região da Lombardia. Bergamo é dividida em duas partes: Città Bassa e Città Alta. A Città Bassa é a parte mais “moderna” da cidade, plana. A Città Alta é a cidade velha, que fica na colina acima da Città Bassa e é, na minha opinião, a parte mais bonita de Bergamo. Esta viagem teve lugar num fim de semana cheio de sol, com tempo para visitar tudo o que queríamos em Bergamo.

Città Bassa

Embora esta seja a maior parte da cidade, acho que não há muito para ver ou visitar. Diria que é uma cidade italiana mais comum. Claro que existem alguns cantos bonitos, mas não acho que valha a pena visitar Bergamo só para ver a Città Bassa. A coisa que achei mais bonita da parte de baixo da cidade, é na verdade, a maravilhosa vista para a Città Alta, no alto da colina.

Ficámos na parte mais antiga da Città Bassa, um lugar bem localizado, perto do centro. A cidade é plana e é fácil chegar a todos os lugares a pé. É uma cidade animada, com muitos restaurantes e jovens pelas ruas à noite, especialmente durante os fins- de-semana.

A cidade está muto bem organizada em termos de transportes público. Chegámos muito tarde ao aeroporto de Bergamo (cerca das 23h) mas isso não foi um problema, há autocarros diretos para o centro da cidade, até bastante tarde.

Depois de uma boa noite de descanso, nosso dia começou com o sol a entrar pela janela, anunciando um lindo dia de sol pela frente. Mesmo sendo Inverno, estava uma temperatura muito agradável durante o dia.

Saímos cedinho para aproveitar o dia rumo à Città Alta, passeando calmamente e sem pressas, aproveitando os detalhes e explorando tudo. A nossa primeira paragem foi para tomar o pequeno-almoco numa pastelaria que escolhemos aleatoriamente. Algo que se transformou numa experiência inesquecível! Foi a primeira vez que comemos um brioche de pistachio – ou seja, um croissant cheio de creme de pistachio. Mal me consigo controlar cada vez que me lembro desse momento da minha vida. Aquilo parecia cedido pelos deuses, deliciosamente inesquecível.

Adoro pistachios desde que me lembro de ser gente e poder comê-los; nutro o mesmo amor por croissants. Mas esperem, aliar croissants a pistachios, foi uma das melhores coisas inventadas no mundo! Normalmente, não como doces ao pequeno-almoço e graças a Deus, isto não é algo fácil de encontrar em Copenhaga (pelo menos que eu saiba) ou eu juro que eu me transformaria numa baleia. O pecado do dia estava feito (eu ingénua a acreditar que seria o único pecado do dia) e estávamos prontos para a nossa caminhada até à Città Alta.

Città Alta

Seguimos então caminhando lentamente pelas antigas e estreitas ruas da Città Bassa, enquanto tirámos algumas fotografias. A intenção era chegar até ao funicular para subir para a Città Alta, mas entretanto, seguimos um desvio e acabámos em mais uma aventura subindo a colina por caminhos estreitos, calçadas e paredes de pedra – valeu a pena.

Quando finalmente chegámos às muralhas romanas da Città Alta, esquecemo-nos rapidamente da caminhada cansativa até ali. Porque a vista inscrível lá de cima era de cortar a respiração. Impossível de transmitir através de fotografias. Este é um daqueles lugares que é preciso pisar para sentir.

Entrar na Città Alta, é como ver um banquete. Toda a cidade é incrível e há uma vontade imensa de tirar fotos em todos os lugares, para eternizar aqueles momentos.

As montras das pastelarias e padarias cheias de bolos; pão e pizzas; aliado ao cheiro que dali emana, fez-me parecer meio tolinha. Como se me chamassem, dá vontade de provar tudo. O doce mais típico da Città Alta é um bolo de polenta (polenta e osei), que devo confessar não ser fã porque é doce demais para o meu gosto. Provei uma versão em miniatura e nem consegui comer tudo. Parece que por ali eles adoram. e até vendem versões gigantes de bolo de polenta e osei (um creme ainda mais doce que vem lá dentro). Mas já não posso dizer o mesmo acerca dos retângulos de pizza! As chamadas pizza al taglio. Existem vários lugares por ali onde é possível comer essas fatias de pizza, mas não consigo esquecer as do Il Fornaio na Via Bartolomeo. Ali têm uma variedade gigante de sabores e coberturas de pizza desde marisco a cogumelos cheias queijo. As fatias são enormes e super baratas.

A Piazza Vecchia (praça velha) é um marco na Città Alta. Ali, parece que estamos a ser transportados no tempo. Aqueles muros de pedra antigos ao redor e a fonte de estátuas, levam-nos para a idade medieval.

Todas as ruas são muito bonitas e merecem ser descobertas com tempo. Senti que estava no cenário de um filme antigo. As fachadas estão muito bem preservadas e estava tudo muito limpo (o que não senti em alguns lugares no sul da Itália).

Depois de almoço e após explorar toda a cidade, seguimos rumo a um ponto ainda mais alto de Bergamo, San Vigilio. Encontra-se a 496 m de altura e oferece uma visão impressionante sob a Città Bassa e a Città Alta. É como se estivessemos dentro de uma pintura de repente. Para chegar lá, há que subir o funicular de San Vigilio.

O dia estava quase terminando e depois de descer novamente pelo funicular, descemos calmamente ao redor da Città Alta junto às suas paredes romanas enquanto desfrutámos do pôr-do-sol no horizonte.

Visitar a Itália sem ter tido um Aperitivo é como não ter estado lá. Então, não podíamos ter escolhido um lugar melhor para fazê-lo para terminar o nosso dia. O Caffe del Funiculare é um café situado num lugar estratégico, logo ao lado do funicular principal que liga a Città Alta à Città Bassa. Com uma esplanada e uma vista sobre a Città Bassa, foi um lugar perfeito para tomar um copo de champagne e alguns Aperol Spritz (não Spritz, no Italy). Juntamente com algumas tapas, foi o aperitivo perfeito depois de um longo dia. Caso pretendam visitar Bergamo, é algo que aconselho vivamente a fazer.

Para Comer / Beber:

Pequeno-almoço no Botega Caffe Cacao (Cacau), Città Bassa – e provar os deliciosos croissants de pistachio.

– Tomar um Apperitivo ao fim do dia (para cada Spritz / cocktail / copo de vinho, vêm sempre tapas a acompanhar sem pagar mais por isso) no Caffe del Funiculare, Città Alta

Almoço: Impossível não provar as fatias de pizza (pizza al taglio) de uma das várias pizzarias na Città Alta. É difícil resistir logo à primeira vista, mas a minha sugestão passa pelo Il Fornaio na Via Bartolomeo.

Jantar: Osteria Risi.Co (A cozinha está aberta até tarde, 2 da manhã. Tem muita gente jovem e um excelente ambiente. Servem magníficos risotos e cocktails), Città Bassa

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s