Rebel, rebel, Gainsbourg

Serge Gainsbourg was a great French songwriter of the 60s and 70s. Serge was born in Paris on April 2, 1928, named as Lucien Gainsburg. Famous for his decadent life and for the controversial songs he wrote and sang.

His career was full of provocative lyrics. Some of them recorded by himself and then he asked his famous friends and lovers to sing. His charismatic rudeness made him beloved and famous in France and later in Europe.

Beauty non-beauty

Although Gainsbourg was not a conventionally attractive man. He dated, among others, two of France’s most beautiful and most famous actresses. Brigitte Bardot and Jane Birkin. In fact he was often described as ugly but his strong personality and confidence made him an attractive man.

“Ugliness is superior to beauty because it lasts longer.”

Brigitte Bardot

Bardot, the singer and actress, recorded a few of Gainsbourg’s songs before they appeared together on  a TV show  together in 1967. He used to write songs for her during that time. Soon they became lovers, meeting discreetly at first, then going out. The pop art song “Comic Strip”, with Gainsbourg singing and Bardot singing cartoon sound effects: “Shebam! Pow! Blop! Wizz!

c325d2f805cd28e857064193feb6aad8
They also performed Bonnie and Clyde singing and performing the characters in the video clip as well.

Next, they recorded “Je T’Aime … Moi Non Plus” , a duet performed with erotic groans and sighs.  According to rumours, Bardot’s husband demanded that the record company canceled the single because it was too much. Serge was worried about Bardot’s image and the recording was not released until 1986.

Jane Birkin

It was during the filming of Slogan movie, in 1968, when Gainsbourg met Jane Birkin, with whom went out a few times to the nightclubs of Paris. With the age of 22, Jane surrendered to Serge’s arms and they fell in love.

Gainsbourg finally rerecorded again the “Je T’Aime … Moi Non Plus” again this time with Birkin and released the new recording as a single. The song performs an orgasm with groans and sounds of Birkin.  Because of that the song was banned from radios in many europiean countries and only banned before 11 pm in France. It was denounced by the Vatican. According to Jane Birkin, Gainsbourg used to call the Pope “our greatest PR man“. But it sold around 6 million copies worldwide.

Serge Gainsbourg and Jane Birkin quickly became one of the most famous celebrity couples in France and even in Europe. Nowadays they are still an inspiration all around the world. They stayed together for thirteen years. In 1971 Jane gave birth to their daughter, Charlotte.

d9ab1e52d757a20c2b8c7d942f8b5002

The rebel revolutionary incendiary

On the screen

Among being actor in many movies, Charlotte For Ever, in 1986 was totally directed and written by Serge as an homage to his daughter.

In Gainsbourg: A Heroic Life, movie from 2010, we can take a glimpse at the life of Serge Gainsbourg and even more. It was written and directed by Joann Sfar.

Adieu à Gainsbourg

In the 1980s Gainsbourg’s life turned tragic. Jane Birkin left him in 1980, he then begun drinking more heavily and acting weird. Since that time, Gainsbourg began to include references to an alter ego, “Gainsbarre,” a character hobbled by alcohol and depression.  

sergeg.jpg

A life with too much alcohol and too many cigarettes dictated heart problems and a liver operation. After spending 10 years committing suicide, Serge Gainsbourg died on March 2, 1991, of a heart attack at his apartment in Paris with the age of 62.

Since his death, Gainsbourg is still an iconic legend. He keeps being an influence for many artists nowadays.

Songs

His songs follow different music genres. Bellow, three of my favourites.



Serge Gainsbourg foi um grande compositor e cantor francês nos anos 60 e 70. Serge nasceu em Paris em 2 de abril de 1928, com o nome Lucien Gainsbourg. Ficou famoso pela sua vida decadente e pelas músicas polémicas que escreveu e cantou.A sua carreira estava replecta de letras provocativas.

Algumas gravou sozinho e outras pedia aos amigos famosos e amores que as cantassem. A sua rudeza carismática o fê-lo ser amado e famoso na França e depois na Europa.

Beleza não-beleza

Embora Gainsbourg não fosse um homem convencionalmente atraente, ele namorou, entre outras, com duas das mais belas e mais famosas actrizes da França. Brigitte Bardot e Jane Birkin. Na verdade, ele era frequentemente descrito como feio, mas a sua forte personalidade e confiança tornava-no num homem atraente.

“A feiúra é superior à beleza porque dura mais”.

Brigitte Bardot

Bardot, a cantora e actriz, gravou algumas das músicas de Gainsbourg antes de aparecerem juntos pela primeira vez num programa de TV em 1967. Ele costumava escrever músicas para ela durante essa altura. Rapidamente se tornaram amantes, primeiro discretamente e mais tarde publicamente.

A música pop art “Comic Strip”, tinha Gainsbourg a cantar e Bardot a produzir efeitos sonoros de desenhos animados: “Shebam! Pow! Blop! Wizz!”.

Juntos também interpretaram “Bonnie e Clyde”, onde cantaram e interpretaram também as personagens no video clip.

Mais tarde, gravaram a música “Je T’Aime … Moi Non Plus”, um dueto realizado com gemidos eróticos e suspiros. Segundo rumores, o marido de Bardot exigiu que a gravadora cancelasse o single porque era demasiado. Serge estava preocupado com a imagem de Bardot e a gravação não foi divulgada até 1986.

Jane Birkin

Foi durante a filmagem do filme Slogan, em 1968, que Gainsbourg conheceu Jane Birkin, com quem saiu algumas vezes em Paris. Com 22 anos, Jane rendeu-se aos braços de Serge e apaixonaram-se.

Gainsbourg reescreveu de novo “Je T’Aime … Moi Non Plus” desta vez com Birkin e lançou a nova gravação em single. A música trata um orgasmo com gemidos e sons de Birkin. Por esse motivo erótico, a música foi banida de rádios em muitos países europeus e na França antes das 23 horas. Foi também denunciada pelo Vaticano. De acordo com Jane Birkin, Gainsbourg costumava chamar o Papa de “o nosso maior homem RP”. Ainda assim o single vendeu cerca de 6 milhões de cópias em todo o mundo.

Serge Gainsbourg e Jane Birkin tornaram-se rapidamente num dos casais de celebridades mais famosos da França e mesmo na Europa. Actualmente, eles ainda são uma inspiração em todo o mundo. Ficaram juntos durante treze anos. Em 1971, Jane deu à luz a sua filha, Charlotte.

O revolucionário incendiário

Em 1984, Gainsbourg queimou uma nota de 500 francos na TV ao vivo para protestar contra impostos elevados.

Em 1986, também na TV ao vivo, ele insultou vulgarmente a cantora americana Whitney Houston.

Em 1984, gravou a música “Lemon Incest” como dueto com a sua filha Charlotte, com treze anos. No vídeo eles estão deitados um perto do outro em numa cama.

No écran

Entre ser actor em vários filmes, Charlotte For Ever, em 1986 foi totalmente dirigido e escrito por Serge como uma homenagem à sua filha.No filme Gainsbourg: A Heroic Life, de 2010, podemos ver a vida de Serge Gainsbourg e ainda mais. Foi escrito e realizado por Joann Sfar.

Adeus a Gainsbourg

Na década de 1980, a vida de Gainsbourg tornou-se trágica. Jane Birkin deixou-o em 1980, então ele começou a beber mais e a agir de forma estranha. Desde aí, Gainsbourg começou a incluir referências a um alter ego, “Gainsbarre”, um personagem que ele imaginava quando perdido em álcool e depressão.

Uma vida com muito álcool e muitos cigarros ditaram problemas cardíacos e uma operação ao fígado. Depois de 10 anos com tentativas suicidas, Serge Gainsbourg morreu em 2 de março de 1991, com um ataque cardíaco no seu apartamento em Paris com 62 anos de idade.Desde a sua morte, Gainsbourg ainda é um ícone. Ele continua a ser uma influência para muitos artistas hoje em dia.

Músicas

As suas músicas seguem diferentes géneros musicais. Abaixo, três das minhas favoritas.
Baudelaire, Le Serpent qui Danse, este poema de Charles Baudelaire cantado por Serge está cheio de vibrações da Bossa Nova do Brasil.
L’anamour, é realmente um título com uma palavra inventada por ele. A música foi originalmente criada para Françoise Hardy, que também a cantava.
Couleur Cafe, é uma música afro-cubana com vibrações de jazz.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s