Ruby Sparks – movie journal #16

This is a story about the writer Calvin (Paul Dano), who suffers from a disturbing creative blockade that difficult the development of his latest book. Also having problems in his personal life, he begins to create a perfect female character who could fall in love with him.

MV5BMTQwMDQxNjkyOF5BMl5BanBnXkFtZTcwNTU1NDkwOA@@._V1_SY1000_CR0,0,1447,1000_AL_

From there is born Ruby Sparks, who initially is a character within a story, but who shortly after comes alive and comes to live and relate to the creator personally.

ruby-sparks-1920x1080px1-830x467.jpg27633b3ec72f789e9487ecd8f5d59c7a

From the filmmakers Little Miss Sunshine this is a film with many colours, which can be found not only in the clothing of the character Ruby Sparks (Zoe Kazan) as also in the family of Calvin (Paul Dano). Zoe Kazan has revealed in this film as a complete actress. And the script belongs to her.

_DSC3016.NEF



RUBY SPARKS,

trata a história do escritor Calvin (Paul Dano), que sofre com um perturbador bloqueio criativo que atrapalha o desenvolvimento do seu último livro. Também com problemas na sua vida pessoal, começa a criar uma personagem feminina perfeita que poderia apaixonar-se por ele. Daí nasce Ruby Sparks, que inicialmente é uma personagem dentro de uma história, mas que pouco depois ganha vida e passa a conviver e a relacionar-se com o criador pessoalmente.

Dos realizadores do filme Little Miss Sunshine, este é um filme com muitas cores, que podemos encontrar não só no vestuário da personagem de Zoe Kazan (Ruby Sparks), como também na família de Calvin (Paul Dano). Zoe Kazan revela-se neste filme uma actriz completa. E o roteiro pertence-lhe.

3 thoughts on “Ruby Sparks – movie journal #16”

  1. eu adorei o filme, faz-me repensar o que seria ter alguém que fizesse somente aquilo que eu quero, não seria uma pessoa, seria um robôt…
    foi uma surpresa, recomendo mesmo :)

    Like

  2. Fiquei com a sensação que faltava qualquer coisa a este filme. A premissa é curiosa, a fotografia e banda sonora muito boas, os desempenhos vão além do competente… mas talvez tenha sido aquele final que me pareceu um bocado forçado, não sei.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s